Vale do Café | Fazendas históricas
Vale do Café | Fazendas históricas

As fazendas de Barra Mansa

|Santana do Turvo | Rochinha | Bocaina | São Lucas |

 O Vale do Café é um destino turístico em desenvolvimento, com potencial de se tornar um pólo turístico regional. Os atuais proprietários das fazendas históricas de café, por iniciativa própria e com o apoio de entidades, vêm unindo esforços para preservar e divulgar este importante patrimônio histórico, as belezas e atrativos desta região.
 Compõem a região, além de Barra Mansa, mais 14 cidades do sul do estado do Rio, que na década de 1860 produziam 75% do café consumido no mundo e garantiram ao Brasil a condição de líder mundial na produção e exportação do grão. Hoje cerca de 30 dessas fazendas estão abertas à visitação.

 Anualmente é realizado na região o Festival Vale do Café, evento que reúne diversas atividades culturais, espalhadas pelas fazendas, praças e casarões de todo o vale.

 

  • Santana do Turvo

 Erguida por volta de 1826 por Manoel Gomes de Carvalho, o Barão do Amparo, a fazenda chegava a produzir cerca de 180 mil arrobas de café anualmente. A fazenda é hoje muito procurada, especialmente no verão, por aqueles que desejam desfrutar de ambiente bucólico ou para usufruir de sua estrutura típica de clube, com campo de futebol, piscina e churrasqueira.
O amplo espaço externo e o antigo casarão são muito procurados para realização de eventos, gravação de telenovelas e festas em geral. A fazenda está sempre aberta à visitação e diariamente são servidas refeições com comida caseira especialmente preparada no fogão a lenha, e com preço bastante acessível. 

  

Endereço: Estr. Amparo-Quatis – (3 km depois de Amparo) – Barra Mansa
Contatos: (24) 3348-0655 / (24) 9239-2017 (José Luiz)

 ^Voltar ao índice^

  •  Rochinha(Cachoeira)

 

 Cuidadosamente reconstruída, mantém as características da arquitetura do final do século XVIII, tendo sido erguida por volta de 1717. A fazenda Cachoeira, dedicou-se inicialmente ao plantio da cana para a produção de açúcar e aguardente, tendo adotado mais tarde o cultivo do café, que era o grande produto da cidade durante o período imperial. 
Em 1878 o proprietário da fazenda, Antônio José Lomba de Abreu, doou grande parte de suas terras para a construção infraestrutura no povoado local, hoje distrito de Floriano. 
Em 1904 a propriedade foi vendida a Vicente Miglioli e depois, por herança, passou a Antônio Fontes Rocha, conhecido por Rochinha, que retornou ao cultivo da cana de açúcar para iniciar então a produção da famosa cachaça artesanal “Rochinha”, que pela sua excelente qualidade recebeu prêmios no Brasil e no exterior. 
Enfatizando o nome original da fazenda, até hoje é a água que gira a enorme e antiga roda d’água metálica e produz a força que faz a moagem da cana para produzir a cachaça. A fazenda explora também a pecuária de leite e de corte, a piscicultura, produz doces e outros produtos típicos da roça.
A Cachaçaria Rochinha está aberta a visitação, incluindo degustação de produtos e conhecimento de fases do processo produtivo, uma verdadeira viagem ao Brasil Império, com os sabores e aromas do campo.

   

Endereço: Rod. Presidente Dutra, KM291, Floriano - Barra Mansa
Contatos: (24) 33532920 - sac@rochinha.com.br - www.rochinha.com.br

 

 ^Voltar ao índice^

 

  • Bocaina

A Fazenda Bocaina foi uma das maiores produtoras de café da região no período imperial, surgiu à partir da expansão promovida pelos fazendeiros de Bananal SP, no século XVIII, pelo chamado “Caminho Novo”.
Com a sede a menos de 1km da divisa, a propriedade é composta por terras nos dois estados, Rio de Janeiro (Rialto - Barra Mansa) e São Paulo (Bananal). Além das enormes safras de café que produzia, a ponto de às vezes ter que improvisar terreiros anexos. Fora a produção agrícola havia também a criação de gado bovino, suíno, ovino e equino.
A fazenda é hoje um espaço muito procurado pelos turistas que visitam a região. Com atividades de hotel fazenda, os proprietários mantém as características originais, como a casa grande, a senzala e o engenho.Os visitantes podem contar com orientação histórica sobre o ciclo do café, visita guiada pelas dependências arquitetônicas, culturais e históricas que estão bem preservadas, além do agroturismo e do turismo ecológico.

  

Endereço: Estrada Barra Mansa x Bananal, KM 8 - Barra Mansa

Contatos: (24) 3322.5974 - (24) 9 9818.1849 - fazendabocaina@hotmail.com - www.fazendabocainafestas.com.br

 

 ^Voltar ao índice^

 

  • São Lucas

 Durante o Ciclo do Café, a fazenda destacou-se como uma das principais produtoras da região, funcionando posteriormente como engenho de açúcar. Na década de 40, parte de suas terras foi desapropriada para a construção da CSN - Companhia Siderúrgica Nacional.  
A casa sede, edificada no fim do século XIX, preserva suas características originais. Atualmente a fazenda está aberta aos visitantes e conta com atividades de esporte e lazer; pesque-pague, salão de jogos, aeromodelismo, piscina, e restaurante. Aberto aos sábados, domingos e feriados, das 8:00 às 17:00hs.

  

Pista de Aeromodelismo

 
 A Fazenda São Lucas abriga também o Clube de Aeromodelismo da Cidade do Aço, com estrutura completa para a prática do esporte.

Stand de tiro



 Para deixar a experiência ainda mais marcante, a Fazenda São Lucas está equipada com um stand de tiro, com pista de 200 m para prática do esporte na modalidade silhueta metálica. 

Endereço: Rodovia Lúcio Meira (BR 393), N° 800, Km 295, Jardim Guanabara - Barra Mansa.
Contatos: (24) 3342-7678 -(24) 9997-98598 - 

 ^Voltar ao índice^

topo